MENU

Bombardeios à Líbia são 'guerra fascista' da Otan, diz Fidel Castro

Bombardeios à Líbia são 'guerra fascista' da Otan, diz Fidel Castro

Atualizado: Terça-feira, 29 Março de 2011 as 1:40

O líder cubano Fidel Castro classificou os bombardeios contra a Líbia de "guerra fascista" e advertiu que, se Muamar Kadhafi resistir, afundará a Otan "na lama da ignomínia", segundo novo artigo publicado nesta terça-feira (29) pela imprensa estatal.

"Se Kadhafi honrar as tradições de seu povo e decidir combater, como prometeu, até o último alento junto aos líbios que estão enfrentano os piores bombardeios que jamais sofreu um país, afundará a Otan e seus projetos criminosos na lama da ignomínia", escreveu.   No texto de título "A guerra fascista da Otan", Fidel diz que expressa seus pontos de vista com "inteira liberdade, pois não compartilha com o líder desse país concepções políticas ou de carácter religioso".

Fidel compara ainda os bombardeios contra a Líbia com os realizados pela aviação de Hitler contra a Espanha em 1936, e que "agora, no entanto, a desprestigiada e criminosa Otan escreverá uma bela historinha sobre seu 'bombardeio humanitário'.

"Os povos respeitam e acreditam nos homens que sabem cumprir com o dever. Há mais de 50 anos, quando os Estados Unidos assassinaram mais de 100 cubanos com a explosão do navio 'La Coubre', nosso povo proclamou 'Pátria ou Morte'. Cumpriu e está sempre disposto a cumprir com sua palavra", concluiu.      

veja também