MENU

Brasileiros que deixaram a Líbia partem para o Brasil

Brasileiros que deixaram a Líbia partem para o Brasil

Atualizado: Quinta-feira, 24 Fevereiro de 2011 as 10:39

Os primeiros brasileiros que escaparam da Líbia estão voando neste momento para o Brasil. O grupo fez escala em Lisboa, porque foi retirado com ajuda do governo português. No voo que veio de Trípoli, a maioria dos 75 passageiros trabalha para a mesma empresa, uma filial portuguesa da construtora brasileira Andrade Gutierrez.

Os brasileiros festejaram o primeiro dia longe do pesadelo. “Nesses últimos dias o momento passou a ser crítico e começamos a nos preocupar bastante. Durante o dia, mercado fechado, não se vê ninguém nas ruas. Ao entardecer, começava o manifesto. Então, evitávamos ir para rua”, diz um brasileiro. Quatro brasileiros da mesma empresa ainda estão na Líbia, cuidando da retirada de mais de 100 trabalhadores vietnamitas e lutando contra o isolamento.

“Senti mais medo porque a gente ficou sem contato. Não tem telefone, tenta ligar para um não consegue. Internet bem lenta”, afirma o assistente técnico Leandro de Oliveira.

E quando finalmente chegou a hora de ir embora, um outro susto: multidões tentavam invadir o aeroporto. “A gente teve muita dificuldade para conseguir entrar no aeroporto, porque estava totalmente tomado. E só se conseguia entrar com ajuda diplomática”, conta o engenheiro Pedro Dumont.

Bengazi

Os brasileiros de Trípoli pelo menos têm um aeroporto para escapar. Mas na cidade de Bengazi, no leste do país, o aeroporto foi fechado pelos manifestantes. Lá, 148 trabalhadores da construtora Queiroz Galvão estão à espera de um navio que partiu da Grécia e deve chegar à líbia nesta quinta-feira (24).    

veja também