MENU

Bruxelas acusa Facebook de fracassar na proteção a menores

Bruxelas acusa Facebook de fracassar na proteção a menores

Atualizado: Terça-feira, 21 Junho de 2011 as 2:57

As redes sociais na internet, como o Facebook, estão fracassando na proteção aos menores de riscos potenciais, como o assédio por parte de desconhecidos, denunciou a Comissão Europeia nesta terça-feira (21).

"A maioria das redes sociais está fracassando na hora de proteger os perfis dos menores" de forma que só podem ser contatados pelas pessoas que conhecem, destacou em um comunicado a vice-presidente da Comissão, Neelie Kroes.

Dos 14 sites examinados pelo braço executivo europeu, apenas dois, Bebo e MySpace, cumprem os requisitos para garantir que os desconhecidos não tenham como acessar seus perfis.

Bruxelas informou, ainda, que o número de menores que usa a internet e se inscreve nas redes sociais está aumentando e representa atualmente 77% das crianças entre 13 e 16 anos e 38% entre 9 e 12.

Kroes disse que pedirá aos sites na internet que façam as mudanças necessárias, destacando que as crianças "não entendem muito bem as consequências de expor abertamente sua vida privada on-line".

O exame de Bruxelas se concentrou nos seguintes sites: Arto, Bebo, Facebook, Giovani.it, Hyves, Myspace, Nasza-klaza.pl, Netlog, One.lt, Rate.ee, SchulerVZ, IRC Galleria, Tuenti e Zap.lu.

veja também