MENU

Camboja ameaça expulsar representante da ONU

Camboja ameaça expulsar representante da ONU

Atualizado: Segunda-feira, 22 Março de 2010 as 12

O governo do Camboja ameaçou expulsar o representante da ONU em Phnom Penh, acusado de "interferência inaceitável" depois que um comunicado das Nações Unidas pediu um debate transparente sobre a corrupção no país.

As agências da ONU pediram no início de março um processo "transparente e participativo" durante o debate no Parlamento de uma lei anticorrupção muito controversa que foi aprovada, apesar da oposição ter abandonado o processo.

Em uma carta dirigida ao representante da ONU em Phnom Penh, Douglas Broderick, o ministro cambojano das Relações Exteriores, Hor Namhong, acusa o mesmo de "interferência inaceitável e flagrante nos assuntos internos do Camboja".

"Se tal comportamento se repetir, o governo real do Camboja se verá forçado a recorrer a uma decisão de 'persona non grata'", afirma a mensagem.

veja também