MENU

Campanha de reeleição de Obama arrecada US$ 70 milhões no trimestre

Campanha de reeleição de Obama arrecada US$ 70 milhões no trimestre

Atualizado: Quinta-feira, 13 Outubro de 2011 as 10:30

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e o Comitê Nacional Democrata arrecadaram mais de US$ 70 milhões entre julho e setembro para sua candidatura à reeleição, disse a campanha nesta quinta-feira (13).Eles superaram assim a meta, que era de US$ 55 milhões.     O relatório de contribuições para a campanha revela que a arrecadação para a candidatura não desacelerou no terceiro trimestre, apesar das prolongadas negociações sobre a dívida em meados do ano e reclamações de sua base de que ele não está pressionando o suficiente com a agenda democrata.

Obama arrecadou um recorde de US$ 745 milhões em dinheiro durante sua campanha de 2008, e seus assessores querem arrecadar ainda mais para 2012.

O presidente dos EUA, Barack Obama, toma cerveja com funcionários

desempregados da construção civil, durante bate-papo nesta terça-feira

(11) em bar de Orlando, na Flórida (Foto: AFP)

  No segundo trimestre, a campanha arrecadou US$ 86 milhões, superando o recorde estabelecido pelo ex-presidente George W. Bush, um republicano. A campanha de Obama havia dito que arrecadaria US$ 60 milhões naquele período.

Segundo a campanha, 606.027 pessoas fizeram doaçoes durante o terceiro trimestre, que teria superado o recorde estabelecido no trimestre anterior e seria mais de o dobro das doações que a campanha teve no mesmo momento em 2008.

A campanha disse que 982.967 pessoas haviam feito doações para a campanha, próximo da meta de 1 milhão de doadores.

Os republicanos, ainda em processo de escolher um candidato para enfrentar Obama, estão atrás nas arrecadações.

O governador do Texas, Rick Perry, que já foi o principal pré-candidato mas que tem perdido apoio nas recentes pesquisas, arrecadou US$ 17 milhões no terceiro trimestre, contribuição que tem ajudado a manter a campanha apesar de preocupações sobre seus recentes tropeços nos debates.          

veja também