MENU

Campanha para reeleger Cristina Kirchner começa hoje

Campanha para reeleger Cristina Kirchner começa hoje

Atualizado: Sexta-feira, 10 Dezembro de 2010 as 10:33

Prefeitos dos municípios da Grande Buenos Aires, sindicalistas e grupos sociais lançarão hoje a "Operação Reeleição" da presidente Cristina Kirchner, que hoje completa três anos no governo. Hoje ela também inicia sua reta final de 365 dias antes da conclusão de seu mandato presidencial. O lançamento da "Operação Reeleição" será realizado durante as celebrações do dia dos Direitos Humanos, que contará com marchas e atividades em diversos pontos da cidade de Buenos Aires.

"Em 2011 vamos obrigar Cristina para que ela se apresente como candidata", exclamou o secretário-geral da Confederação Geral do Trabalho (CGT), o caminhoneiro Hugo Moyano. Há poucas semanas, o chanceler Héctor Timerman afirmou que "o povo argentino" quer a reeleição da presidente Cristina.

No entanto, a presidente Cristina - por enquanto - mantém silêncio sobre a campanha para sua reeleição. Até um mês e meio atrás, o candidato do governo era o ex-presidente Néstor Kirchner. No entanto, sua morte no dia 27 de outubro, causada por um fulminante ataque cardíaco, alterou os planos do governo.

Mudança de rumo

Cristina Kirchner, representante da sublegenda Frente pela Vitória, do partido Justicialista (Peronista), foi eleita em outubro de 2007, com 45% dos votos. Ela sucedeu seu próprio marido, o presidente Néstor Kirchner (2003-2007). O ex-presidente foi considerado, até sua morte em outubro passado, o verdadeiro poder no governo de Cristina.

Os analistas destacam que desde a morte de Kirchner, há um mês e meio, a presidente começou a dar sinais de "mudança de rumo". Entre as mudanças está a aproximação com o Fundo Monetário Internacional (FMI), organismo financeiro que era considerado "inimigo da Argentina" por Kirchner.

veja também