MENU

Chávez diz que EUA não querem que Cristina Kirchner siga no poder

Chávez diz que EUA não querem que Cristina Kirchner siga no poder

Atualizado: Sábado, 19 Fevereiro de 2011 as 9:28

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse na sexta-feira, 18, que os Estados Unidos farão todo o possível para que Cristina Kirchner não siga no poder na Argentina, avaliando que o avião detido no país sul-americano faz parte desse plano.

"Estou absolutamente seguro de que esse avião gringo que chegou a Buenos Aires e que queria introduzir clandestinamente, violando as leis e tudo... É que eles farão todo o possível para que Cristina não siga à frente do governo argentino", disse Chávez durante um conselho de ministros televisionado.

O presidente venezuelano se referia ao episódio confisco na semana passada pelas autoridades argentinas de parte da carga de um avião militar norte-americano que chegara a Buenos Aires com material para um curso conjunto de treinamento policial.

De acordo com a versão argentina, a apreensão ocorreu porque a lista da carga informada pelos EUA não correspondia à carga real.

"Vejam os senhores a reação do governo. Cristina, te parabenizamos por essa coragem", disse Chávez, ao comparar a presidente argentina ao libertador Simón Bolívar, que - recordou o presidente venezuelano - apreendeu dois navios americanos em 1819 na Venezuela com material para o império espanhol.

"Tenho certeza que vão te reeleger presidente argentina este ano, absolutamente seguro", disse Chávez em mensagem direcionada a Cristina.

Chávez aproveitou para se perguntar: "armamento para quê?", em alusão ao conteúdo da carga do avião, que ainda levada drogas e "equipamentos de interceptação telefônica".

Agentes da Alfândega e da Polícia Aeroportuária da Argentina asseguraram à Justiça do país que a aeronave militar americana levava peças de armas e remédios não declarados.

Já Washington insistiu na sexta-feira que cumpriu as leis da Argentina, e o Departamento de Estado indicou que a "carga foi declarada de acordo com conversas prévias e entendimentos baseados em treinamentos" anteriores desse tipo com a Argentina.

veja também