MENU

Chávez: Obama seria morto se rompesse com "imperialismo"

Chávez: Obama seria morto se rompesse com "imperialismo"

Atualizado: Segunda-feira, 3 Maio de 2010 as 4:06

No title Hugo Chávez, presidente da Venezuela, falou em entrevista à RedeTV! sobre as eleições no Brasil e a política externa dos Estados Unidos. Para o venezuelano, seguir o "imperialismo" norte-americano não é uma escolha para o presidente Barack Obama, já que ele correria risco de vida caso se afastasse desse modelo. "Se ele romper com a máquina imperial dos EUA, vão matá-lo, como fizeram com Kennedy", afirmou.

Sobre sua relação com o americano, Chávez culpou Obama pelo afastamento entre os dois. "Nossa aproximação, não depende de mim, mas sim dele."

Na entrevista, o presidente venezuelano ainda comentou as eleições presidenciais no Brasil e manifestou preferência pela candidata do PT, Dilma Rousseff, apesar de não expressá-la diretamente. "Não digo em quem voto por respeito ao país. (...) Eu estou com Lula, e meu coração é de esquerda. Acho que isso diz tudo. Quero que o país siga o projeto que já tem aplicado."

veja também