MENU

China e outros 18 países não irão à entrega do Nobel da Paz, diz comitê

China e outros 18 países não irão à entrega do Nobel da Paz, diz comitê

Atualizado: Terça-feira, 7 Dezembro de 2010 as 10:59

A China e outros 18 países recusaram convites para participar da cerimônia de entrega do Prêmio Nobel da Paz na sexta-feira ao dissidente chinês Liu Xiaobo , informou nesta terça-feira (7) a comissão norueguesa responsável pelo prêmio.

Segundo a comissão, os países são: Rússia, Cazaquistão, Colômbia, Tunísia, Arábia Saudita, Paquistão, Sérvia, Iraque, Irã, Vietnã, Afeganistão, Venezuela, Filipinas, Egito, Sudão, Ucrânia, Cuba e Marrocos.

Os representantes desses países estarão ausentes no evento 'por diversos motivos', disse um comunicado.   Segundo a comissão do Nobel, a China realizou uma campanha sem precedentes para afastar os embaixadores da cerimônia de gala para Liu, que está cumprindo uma pena de 11 anos na prisão por seu ativismo em defesa dos direitos humanos e da democracia na China.

A China enviou cartas para ministérios de Relações Exteriores e embaixadas pedindo que os diplomatas fiquem longe da cerimônia e alertou sobre 'consequências' para aqueles que apoiarem um ativista pró-democracia.

O governo chinês também suspendeu negociações comerciais com a Noruega.

Uma "grande maioria" de países não assistirá à cerimônia, afirmou o porta-voz da diplomacia da China.

"Você pode perceber claramente que a grande maioria da comunidade internacional não assistirá à cerimônia", declarou Jiang Yu, porta-voz do ministério das Relações Exteriores.

"Temos o apoio de mais de 100 países", acrescentou.    

veja também