MENU

Mundo

China pede transição pós-Kadhafi com estabilidade social na Líbia

China pede transição pós-Kadhafi com estabilidade social na Líbia

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:23

A China defendeu nesta sexta-feira (21) uma "transição política unitária" e a preservação da "unidade nacional" e da "estabilidade social" na Líbia, um dia após a morte do ex-ditador Muammar Kadhafi .

"Esperamos que a Líbia possa iniciar, o mais cedo possível, um processo de transição política unitária, preservando sua unidade étnica e nacional, e mantendo a estabilidade social", declarou Jiang Yu, porta-voz da diplomacia chinesa. A China rejeitou a intervenção aérea da Otan na Líbia para apoiar a rebelião e durante o conflito declarou que a reconstrução deveria ser dirigida pelas Nações Unidas.        

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições