MENU

Cientistas búlgaros protestam contra cortes salariais

Cientistas búlgaros protestam contra cortes salariais

Atualizado: Quarta-feira, 3 Novembro de 2010 as 4:49

Centenas de cientistas que são funcionários públicos do governo da Bulgária fizeram uma manifestação hoje contra supostos cortes no orçamento e estão ameaçando fechar os institutos de pesquisa para os quais trabalham. Gritando o slogan "A Bulgária precisa de gente educada", os manifestantes marcharam até a sede do governo e pediram a renúncia dos ministros de Finanças e da Educação.

O dirigente da Academia de Ciências da Bulgária, Nikola Sabotinov, disse que o governo precisa alocar adicionais 100 milhões de Leva (55 milhões de euros, ou US$ 77 milhões) para a ciência e para pagar imediatamente salários em atraso. Não houve reação imediata do governo, que está sob a pressão crescente de vários setores do funcionalismo por causa das medidas de austeridade que adotou para reduzir o déficit do orçamento no próximo ano.

veja também