MENU

Cobrança de imposto na emissão de CO2 causa protesto na Austrália

Cobrança de imposto na emissão de CO2 causa protesto na Austrália

Atualizado: Segunda-feira, 22 Agosto de 2011 as 11:36

Dezenas de caminhões rodearam neste domingo (22) o parlamento da Austrália , em Camberra, em protesto à imposição de imposto pelas emissões de CO2, além de outras políticas do governo.

A Polícia escoltou ao menos 200 veículos, bem abaixo dos 3.000 esperados pela organização, que expressavam manifestação contrária ao governo da primeira-ministra Julia Gillard.

Os manifestantes, que tiveram apoio do líder da oposição conservadora, Tony Abbot, criticam a política de impostos sobre emissões e mineração, além da gestão polêmica de exportação do gado vivo a países onde se maltratam os animais.

Comboio de caminhões em estrada da Austrália. Protesto foi contra

cobrança de emissões de dióxido de carbono que afetará empresas poluidoras

 (Foto: Tim Wisborne/Reuters)

  A primeira-ministra anunciou em julho a criação de uma taxa de 23 dólares locais (US$ 23,9 dólares ou 16,6 euros) pela emissão de tonelada de dióxido de carbono. A medida, que entrará em vigor no dia 1º de julho de 2012, afetará ao menos as 500 maiores empresas poluidoras do país, principalmente os setores de energia e mineração.

O imposto, que já conta com os votos necessários para sua aprovação no Parlamento, deve aumentar 2,5% anualmente até 2015, ano em que se estabelecerão regras para o mercado internacional de carbono.          

veja também