MENU

Colômbia diz que Farc têm 18 mil membros e estão enfraquecidas

Colômbia diz que Farc têm 18 mil membros e estão enfraquecidas

Atualizado: Segunda-feira, 27 Dezembro de 2010 as 9:06

O governo de Bogotá informou neste domingo (26) que a principal guerrilha do país, as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), está enfraquecida, apesar de ainda contar com 18 mil integrantes.

O almirante Édgar Cely, comandante-geral das Forças Militares, diz que a guerrilha tem 9.000 combatentes armados e os outros 9.000 milicianos (redes de apoio logístico em cidades e povoados) que realizam trabalhos de inteligência.

Em entrevista ao jornal El Tiempo, de Bogotá, Cely diz que a guerrilha está "desmoronando".

- As Farc estão muito frágeis e concentradas em suas operações de narcotráfico. Diria que estão enfraquecidas e pouco a pouco estão demoronando.

O almirante disse ainda que vai pedir apoio internacional dos Estados Unidos para enfrentar esta ameaça.

- Vou mover céus, mar e terra para conseguir neutralizar os campos minados.

A respeito da segunda guerrilha colombiana, o Exército da Libertação Nacional (ELN), Cely disse que está muito diminuída e calculou a existência de uns 2.900 integrantes, cujos comandantes se encontram no exterior.

veja também