MENU

Começa julgamento de Videla por roubo de bebês na ditadura argentina

Começa julgamento de Videla por roubo de bebês na ditadura argentina

Atualizado: Segunda-feira, 28 Fevereiro de 2011 as 2:58

Começou nesta segunda-feira (28) o histórico julgamento do ex-ditador argentino Jorge Videla e outros chefes militares, acusados de um plano sistemático de roubo e troca de identidade de cerca de 500 bebês filhos de desaparecidos, em sua maioria nascidos em cativeiro em prisões clandestinas.

Videla, de 85 anos, chegou ao Tribunal algemado e sentou no banco junto ao último presidente da ditadura (1976-1983), o ex-general Reynaldo Bignone, em uma audiência oral contra um total de oito réus, entre eles dois ex-almirantes, Antonio Vañek e Rubén Franco.

O julgamento, que durará até o final de semana, reúne em uma mesma sala os chefes do Exército terrestre e da marinha pela primeira vez desde o julgamento dos comandantes de 1985, considerado o 'Nuremberg' argentino.

Do lado de fora do tribunal, manifestantes da organização HIJOS, de parentes de presos e desaparecidos, exibiam cartazes de protestos e exigiam justiça.    

veja também