MENU

Comissão cancela votação afegã e dá mandato a Karzai

Comissão cancela votação afegã e dá mandato a Karzai

Atualizado: Terça-feira, 3 Novembro de 2009 as 12

O presidente da Comissão Eleitoral do Afeganistão, Azizullah Looin, anunciou nesta segunda-feira (2) que o segundo turno da eleição para presidente no Afeganistão foi cancelado. O comunicado foi transmitido ao vivo pela rede CNN.

O candidato Abdullah Abdullah anunciou ontem que se retirava da eleição. Ele deveria concorrer no segundo turno contra o presidente do país, Hamid Karzai.

Looin afirmou que, por consenso, em uma reunião realizada hoje, a comissão decidiu cancelar a votação, visto que Karzai se tornou candidato único.

O presidente da comissão citou diversas razões, entre elas a de prevenir insegurança e instablidade, antes de citar que fica como eleito, ou melhor, reeleito, Hamid Karzai. Ele foi o candidato mais votado no primeiro turno.

Legitimidade

Abdullah disse ontem que não havia condições de que uma eleição transparente fosse realizada no país. O segundo turno foi marcado para o dia 7 de novembro após fraudes terem reduzido o número de votos de Karzai, impossibilitando que ele fosse reeleito no primeiro turno.

Mas, além da nova votação, Abdullah exigia mudanças e a principal era a demissão do presidente da comissão, Looin, o mesmo que fez o anúncio da reeleição automática de Karzai hoje.

Ainda no domingo, 1º, a comissão chegou a comentar a decisão de Abdullah, que classificou como ''surpreendente'' na segunda, 2/11. O órgão informou que já havia passado o período para retirada da candidatura.

Karzai é um aliado de longa data dos Estados Unidos. Ontem a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, disse que seu país apoiaria o próximo presidente. Karzai recebeu a visita hoje do secretário-geral da ONU (Organização das Nações Unidas), Ban ki-moon, que fez uma viagem-surpresa ao Afeganistão.

veja também