MENU

Confrontos pós-eleitorais mataram 246 na Nigéria, diz ONG

Confrontos pós-eleitorais mataram 246 na Nigéria, diz ONG

Atualizado: Sexta-feira, 22 Abril de 2011 as 4:19

A violência entre comunidades ocorrida no norte muçulmano da Nigéria após a eleição presidencial do cristão Goodluck Jonathan deixou 246 mortos, segundo a ONG de defesa dos direitos humanos Civil Rights Congress.

A organização, que se baseia na rede de coordenadores locais, tinha indicado dias antes mais de 200 mortos.

As forças de segurança da Nigéria permaneciam em alerta nesta sexta-feira a poucos dias das eleições de governadores

da federação para impedir a retomada dos conflitos que se seguiram às eleições presidenciais de 16 de abril.

As autoridades se negaram a confirmar estas cifras ou a dar um balanço das vítimas por temor de alimentar as violências entre cristãos e muçulmanos, sobretudo no norte da maioria muçulmana.

Muitos corpos foram queimados ou lançados em poços, tornando muito difícil chegar a um balanço oficial.  

veja também