MENU

Corte do Camboja ouve acusações contras chefes do Khmer Vermelho

Corte do Camboja ouve acusações contras chefes do Khmer Vermelho

Atualizado: Segunda-feira, 21 Novembro de 2011 as 2:27

Três ex-dirigentes do regime maoísta do Khmer Vermelho, que governou o Camboja de 1975 a 1979, compareceram nesta segunda-feira (21) a um tribunal especial, em um dos mais complexos e importantes julgamentos por crimes de guerra já realizados no mundo.

Os três sobreviventes da cúpula do Khmer Vermelho foram responsáveis por um dos piores horrores do século XX.

Os promotores devem pedir a pena máxima - prisão perpétua - para o ex-presidente Khieu Samphan, o ex-chanceler Ieng Sary e o ex-vice-líder do regime Nuon Chea, por seu envolvimento nos campos de extermínio que vitimaram um quarto da população cambojana.

Nuon Chea (esquerda), também conhecido como 'irmão número 2', fala no tribunal

para julgar os responsáveis pelo massacre no Camboja na década de 1970 (Foto: Mark Peters/Reuters) Os três estavam entre os principais assessores do falecido líder revolucionário Pol Pot, que instituiu um regime agrário e de coletivização forçada, apontado por muitos como um genocídio, entre 1975-79 Estima-se que mais de 1,7 milhão de pessoas tenham morrido de fome, doenças evitáveis, torturas e execuções nos chamados 'Campos da Morte'.

Um quarto réu no processo, o ex-ministro de Assuntos Sociais Ieng Thirith, foi declarado na quinta-feira mentalmente incapaz de ser julgado.

Os réus foram indiciados por crimes de guerra e crimes contra a humanidade, conforme as leis do Camboja e o direito internacional.

Esse é o segundo julgamento realizado pelas Câmaras Extraordinárias nas Cortes do Camboja, um tribunal especial copatrocinado pela ONU. Pode ser também o último processo da corte especial, já que os juízes rejeitaram sem explicações um terceiro processo.

Ativistas de direitos humanos ficaram furiosos com a decisão, e se queixam também de falhas de conduta, incompetência e interferência política por parte de funcionários da ONU e do governo local.        

veja também