MENU

Mundo

Costa dos EUA recebe alerta com aproximação de furacão Earl

Costa dos EUA recebe alerta com aproximação de furacão Earl

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 10:14

Um alerta de furacão foi emitido nesta terça-feira (31) para a maior parte da costa do estado americano da Carolna do Norte devido à aproximação do furacão Earl, que atingiu a categoria 4 da escala Saffir-Simpson, que vai até 5, informou o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos.

Segundo o centro de estudos, a chegada do ciclone, em ventos regulares de 215 quilômetros por hora, pode ocorrer em até 48 horas. O comunicado de alerta foi emitido para as cidades da região que vai de Surf City até Duck, incluindo Pamlico e Albermarle Sounds.

O furacão deve se deslocar paralelamente à populosa costa leste dos EUA durante o próximo feriado prolongado no país (Dia do Trabalho, segunda-feira), mas qualquer desvio a oeste pode provocar a desocupação de áreas costeiras, ou pode mesmo levar a tempestade para o continente.

O Earl deve passar raspando pelas ilhas Outer Banks (Carolina do Norte) na quinta-feira à noite, causando fortes chuvas, mar agitado, ressacas e ventos fortes num trecho de litoral que vai da Carolina do Norte até o Canadá. Ainda é cedo para dizer se o furacão passará perto de Nova York. No fim de semana, ele fez uma curva em alto mar a leste da metrópole.

Esse é o segundo grande furacão da temporada de tempestades de 2010 no Atlântico. Às 15h de terça-feira (hora de Brasília), ele se deslocava a oeste-noroeste no meio do mar, 275 quilômetros a leste das ilhas Turcos e Caicos, território britânico ao sul das Bahamas.

O furacão Earl não ameaça as instalações de gás e petróleo no golfo do México.

Na segunda-feira, o Earl arrancou postes, árvores e telhados ao passar perto de Porto Rico. Houve inundações, mas sem vítimas.

"Tivemos bastante sorte. Não fomos diretamente atingidos ... não foi tão sério quanto poderia", disse o governador de Porto Rico, Luis Fortuno, à CNN.

Fiona

A tempestade Fiona segue um percurso semelhante ao do Earl, porém mais a leste. Às 15h, estava 540 quilômetros a leste das ilhas Sotavento (Caribe), e também deve ficar distante do golfo do México.

Com ventos regulares de 65 quilômetros por hora, Fiona mal pode ser considerada uma tempestade tropical. O furacão Earl, muito mais violento, está atrapalhando seu desenvolvimento, pois agita o mar e leva água fria para a superfície --a água quente é o "alimento" das tempestades.

As tempestades estão separadas por uma distancia de 1.450 quilômetros, mas Fiona se desloca bem mais rapidamente. "Se ficarem realmente perto, o Earl pode na verdade engolir e de certa forma matar (Fiona)", disse o meteorologista Barry Bexter, do CNF.

Postado por: Thatiane de Souza

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições