MENU

Cruz Vermelha se oferece para atuar na troca de presos

Cruz Vermelha se oferece para atuar na troca de presos

Atualizado: Quinta-feira, 13 Outubro de 2011 as 2:14

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) se ofereceu para exercer um papel intermediário neutro na troca do soldado israelense Gilad Shalit por 1.027 prisioneiros palestinos e está em conversações com Israel e o Hamas, que governa a Faixa de Gaza, disse um porta-voz do comitê nesta quinta-feira (23).   'O CICV atuará como intermediário neutro se as duas partes concordarem em pedir os serviços humanitários da organização, para facilitar a transferência de detentos libertados', disse à Reuters o porta-voz do CICV Marcal Izard.

Israel e o Hamas chegaram a um acordo, mediado pelo Egito e a Alemanha, para trocar mais de mil prisioneiros palestinos por Gilad Shalit, soldado de 25 anos que é mantido cativo na Faixa de Gaza desde junho de 2006.

Os pais de Shalit, Noam e Aviva Shalit, vêm se reunindo ao longo dos anos com autoridades na sede do CICV em Genebra.

Parentes do preso palestino Mohammed Abu Ataya mostram fotos dele

nesta terça-feira (11) na Cidade de Gaza (Foto: Reuters)

  Em junho, no quinto aniversário da captura do soldado por militantes palestinos que chegaram a Israel por um túnel, o CICV divulgou um apelo público incomum, pedindo ao Hamas que fornecesse provas de que Shalit estava vivo e permitisse contato dele com sua família, como exigem as leis humanitárias internacionais.

A agência humanitária internacional já facilitou trocas anteriores de prisioneiros entre os governantes islâmicos e o Estado judaico.          

veja também