MENU

Cuba autoriza agricultor a vender diretamente ao setor turístico

Cuba autoriza agricultor a vender diretamente ao setor turístico

Atualizado: Segunda-feira, 21 Novembro de 2011 as 2:36

Agricultores de Cuba vão poder vender produtos diretamente para empresas que atendam a turistas, relatou a mídia estatal nesta segunda-feira (21) ao anunciar a mais recente das várias reformas que estão sendo implantadas aos poucos na ilha comunista..

O jornal do Partido Comunista, Granma, informou que a mudança, que entra em vigor em 1º de dezembro, visa melhorar a variedade e qualidade da comida para o setor turístico, cortando custos de transporte e assim reduzindo a perda de alimentos que prejudicou o país por causa da ineficiência em levar os produtos colhidos para o mercado.

As mudanças vão permitir o desenvolvimento de maneira a 'aproveitar melhor as potencialidades... na escala local', disse o jornal.

O turismo é uma das mais importantes fontes de moeda estrangeira de Cuba, com 2,7 milhões de visitantes esperados na ilha caribenha este ano, mas a comida e o serviço fracos são frequentemente citados como razões para os turistas irem apenas uma vez e não retornarem.

Agricultores vendem bananas na periferia de Havana em 10 de novembro (Foto: Reuters) As novas regras representam um rompimento com o passado ao reduzirem o papel do Estado como mediador na obtenção de produtos agrícolas pela indústria do turismo e permitir que compradores e vendedores definam seus próprios preços.

Recentemente, outra decisão permitiu que os cubanos agissem de forma mais livre na compra e venda de moradias e carros, itens que eram severamente controlados desde que Fidel Castro assumiu o poder na revolução de 1959.

O presidente Raúl Castro, que sucedeu o irmão mais velho em 2008, está tentando reviver a economia cubana para assegurar a sobrevivência do comunismo quando a geração atual de líderes não existir mais.          

veja também