MENU

Declaração do presidente do Burger King sobre britânicas gera polêmica

Declaração do presidente do Burger King sobre britânicas gera polêmica

Atualizado: Segunda-feira, 14 Março de 2011 as 11:25

O presidente mundial da cadeia de lanchonetes Burger King, o brasileiro Bernardo Hees, pediu desculpas após ter feito comentários depreciativos sobre as mulheres e a comida britânicas em uma palestra para estudantes nos Estados Unidos.

Falando a alunos na Universidade de Chicago, o carioca Hees, de 41 anos de idade, relembrou o período em que residiu na Grã-Bretanha com poucas saudades:

''A comida é terrível e as mulheres não são muito atraentes. Aqui em Chicago, a comida é boa e vocês são conhecidos por suas mulheres bonitas'', afirmou, sobre a época em que fez seu MBA na britânica Warwick University.

Os comentários causaram polêmica depois de correr o mundo após terem sido publicados no jornal estudantil Chicago Maroon.

Em entrevista ao diário The Guardian, Charli Fritzner, uma ativista da Universidade de Chicago, afirmou que ''se ele vê mulheres como uma potencial distração no meio acadêmico, eu me pergunto como eles as vê no local de trabalho?''.

No mesmo jornal, o conhecido chef britânico Marcus Wareing, que comanda a premiada cozinha do London Berkeley Hotel, especializada em culinária britânica, diz que os comentários, ainda mais levando em conta os itens do menu do Burger King, são ''um insulto à gastronomia britânica''.

O jornal britânico Daily Telegraph ironizou os comentários do presidente da cadeia de lanchonetes, afirmando que ''uma maneira pela qual as mulheres britânicas podem se tornar mais atraentes talvez seja tentando evitar a visita à rede de fast food do Sr. Hees'.

''Com 950 calorias, um whooper duplo com queijo, oferece metade do consumo diário de calorias recomendado para uma mulher'', diz o jornal.

Desculpas

Em um comunicado, a rede Burger King se desculpou pelos comentários de seu mais alto executivo: ''O sr. Hees pede desculpas se seu comentário tiver ofendido alguém. A intenção era contar uma história bem-humorada, para se aproximar da plateia''.

Hees assumiu o comando da segunda maior cadeia de lanchonetes dos Estados Unidos em setembro do ano passado. Seu nome chegou a causar surpresa, já que ela não tinha experiência prévia no setor alimentício, tendo sido um executivo da indústria ferroviária.    

veja também