MENU

Defesa de Israel freia entrega de cadáveres palestinos à ANP

Defesa de Israel freia entrega de cadáveres palestinos à ANP

Atualizado: Terça-feira, 5 Julho de 2011 as 8:10

O ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, ordenou a suspensão das conversas para a entrega de 84 cadáveres de palestinos mortos desde a guerra de 1967 à Autoridade Nacional Palestina (ANP), informou a imprensa israelense nesta terça-feira.

Barak ordenou que seus subordinados suspendessem a negociação "para não prejudicar as conversas sobre (a libertação do soldado israelense capturado em Gaza em 2006) Gilad Shalit", informou o diário "Yedioth Ahronoth".

A decisão do ministro acontece depois de parentes de vítimas israelenses de ataques terroristas palestinos terem condenado a decisão, anunciada na segunda-feira.

A transferência dos cadáveres estava prevista para antes do Ramadã, que começa em agosto.

O ministro de Assuntos Civis da ANP, Hussein al Sheikh, informou ontem que havia sido alcançado um acordo para a entrega dos restos mortais enterrados em Israel, alguns há décadas, nos chamados "cemitérios militares inimigos".

No passado, Israel, os países vizinhos e grupos armados da região trocaram cadáveres em diversas ocasiões, embora esta vez não pareça uma troca, mas um gesto de boa vontade por ocasião do Ramadã, o sagrado mês de jejum do calendário muçulmano.

A última troca aconteceu em julho de 2008, quando o Estado judeu devolveu ao Hisbolá cerca de 200 cadáveres e cinco presos com vida em troca dos restos mortais de dois soldados que haviam morrido em 2006.

veja também