MENU

Diplomata americano renuncia por discordar sobre Afeganistão

Diplomata americano renuncia por discordar sobre Afeganistão

Atualizado: Terça-feira, 27 Outubro de 2009 as 12

Um diplomata do Departamento de Estado, desiludido com a participação dos Estados Unidos na guerra do Afeganistão, se tornou o primeiro funcionário que se conhece a renunciar em protesto contra o conflito que dura oito anos, informa nesta terça, 27, o jornal The Washington Post.

Matthew Hoh, 36 anos, era o principal funcionário da diplomacia americana na província afegã de Zabul, com muita presença dos militantes do Taleban, mas deixou a função em setembro.

Seus trabalhos anteriores tanto no campo civil como militar pareciam fazer dele o nome adequado para um papel delicado na luta contra os rebeldes no Afeganistão.

Mas em uma carta com data de 10 setembro, dirigida ao diretor de recursos humanos do Departamento de Estado, Hoh afirma: ''Perdi a compreensão e a confiança nos objetivos estratégicos da presença dos Estados Unidos no Afeganistão''.

''Tenho dúvidas e reservas sobre nossa estratégia atual e futura, mas minha renúncia não está embasada em como lutamos, mas sim em por quê e com que objetivo''.

O jornal afirma que a renúncia causou tanto impacto no governo que foram feitas várias tentativas para que Hoh permanecesse, primeiro no Afeganistão e depois em outro cargo no serviço público.

''Não sou um hippie pacifista e fumante de maconha que deseja que todos se amem. Quero que as pessoas em Iowa, em Arkansas e no Arizona liguem para seu congressista e digam ''ouça, não acredito que isto é correto''.

veja também