MENU

Documentos revelam que Hitler recebeu privilégios enquanto esteve preso

Documentos revelam que Hitler recebeu privilégios enquanto esteve preso

Atualizado: Quarta-feira, 23 Junho de 2010 as 5:05

Os 500 documentos da prisão de Landsberg foram achados recentemente por um homem da cidade de Nuremberg, que os encontrou entre os pertences de seu falecido pai. Eles vão a leilão no próximo mês na cidade de Fuerth, na Bavária.

O dono da casa de leilão, Werner Behringer, diz que os papéis foram encontrados pelo homem já falecido entre livros da Primeira Guerra Mundial (1914-1918) comprados na década de 70. O seu filho, que não quer ser identificado, nunca soube da existência deles.

"O pai provavelmente não sabia o que tinha em mãos", disse Behringer.

Robert Bierschneider, um funcionário dos arquivos dos Estados da Bavária, na cidade de Munique, disse que examinou cópias dos documentos e diz que eles são similares com outros da prisão de Landsberg.

"Os documentos parecem genuínos, mas para um exame final precisamos ter os originais em nossas mãos", disse Bierschneider.

Hitler foi aprisionado após tentar um golpe para derrubar o governo em 1923 e apesar da sentença de cinco anos, ele foi solto mais cedo e cumpriu apenas nove meses de prisão.

Durante o tempo na cadeia, ele recebeu muitas visitas de importantes figuras da época. Os documentos mostram listas de cerca de 400 pessoas que o visitaram, incluindo 40 pessoas que foram comemorar sua festa de aniversário em abril de 1924, apenas 19 dias depois de começar a cumprir a pena.

Em outro documento, mostra que Hitler enviou uma carta para um vendedor de automóveis de Munique, dizendo que não conseguia se decidir sobre que modelo de carro comprar.

"Seu tempo na prisão foram mais parecidas com férias", disse Behringer. Os documentos vão a leilão no dia 2 de julho, com preço inicial de US$ 30 mil (R$ 54 mil).

veja também