MENU

Drama familiar pode ter sido causa de matança em hospital na Alemanha

Drama familiar pode ter sido causa de matança em hospital na Alemanha

Atualizado: Segunda-feira, 20 Setembro de 2010 as 11:01

Um drama familiar pode ter sido a causa da tragédia que ocorreu no domingo em Loerrach, sudeste da Alemanha, quando uma mulher de 41 anos matou seu ex-marido, o próprio filho e o funcionário de um hospital antes de ser morta pelas forças de segurança, indicou nesta segunda-feira a polícia da cidade.

"Há motivos para acreditar que os corpos encontrados no apartamento são do ex-companheiro sentimental da mulher e do filho do casal", de cinco anos, informou a polícia de Loerrach, perto da fronteira franco-suíça.

Várias pessoas ficaram feridas, e algumas delas permanecem em estado grave.

Por volta das 13h (horário de Brasília) de domingo, os bombeiros receberam uma chamada alertando sobre uma explosão seguida de incêndio em um apartamento próximo ao hospital Santa Elisabeth de Loerrach.

Ao chegar ao local, os bombeiros ouviram tiros e viram uma mulher sair do prédio com "uma arma de pequeno calibre" em direção ao hospital.

"Ela disparou contra dois pedestres, que ficaram gravemente feridos, mas estão fora de perigo", afirmou a polícia nesta segunda-feira.

No hospital, a mulher "matou um auxiliar de enfermagem e disparou contra um policial", que também sofreu ferimentos graves. Em seguida, foi abatida pelas forças de segurança.

Uma vez apagado o incêndio no apartamento, os bombeiros encontraram os corpos calcinados de seu ex-marido e do filho. Exames preliminares apontam que os dois foram mortos a tiros antes da explosão e do incêndio, mas esta hipótese ainda será confirmada por uma autópsia.

Ao todo, 17 pessoas ficaram feridas na explosão e no incêndio.

veja também