MENU

Duas mulheres morrem no Chile em protesto contra alta do preço do gás

Duas mulheres morrem no Chile em protesto contra alta do preço do gás

Atualizado: Quarta-feira, 12 Janeiro de 2011 as 12:38

Duas mulheres morreram e uma menor ficou gravemente ferida durante um protesto que teve início na madrugada desta quarta-feira (12) na cidade chilena de Punta Arenas contra uma alta de gás decidida pelo governo, informou uma fonte sanitária.

As duas mulheres e a menor encontravam-se em uma barricada formada pelos moradores de Punta Arenas - 3 mil km ao sul de Santiago - quando foram atropeladas por um caminhão que as projetou em um incêndio provocado pelos manifestantes, disse o diretor do Serviço de Saúde de Magallanes, Jorge Fries.

Uma das vítimas morreu em decorrência de queimaduras, a outra faleceu devido às múltiplas fraturas causadas pelo acidente, informou Fries.

O protesto é o terceiro realizado em uma semana nesta cidade da Patagônia chilena contra uma decisão do governo do Chile de aumentar em 17% o preço do gás, que era menor nesta região do sul que no resto do país.    

veja também