MENU

Egípcios oram em praça e pedem saída imediata de Mubarak do poder

Egípcios oram em praça e pedem saída imediata de Mubarak do poder

Atualizado: Sexta-feira, 4 Fevereiro de 2011 as 2:11

Dezenas de milhares de egípicios oraram na Praça Tahrir, no centro do Cairo, nesta sexta-feira (4), e pediram a saída imediata do presidente Hosni Mubarak do poder, no mesmo dia em que os líderes da União Europeia pediram uma transição imediata de poder no país .

O Cairo estava em relativa calma, no 11º dia dos protestos sem precedentes contra o governo Mubarak, no que a oposição vem chamando de "Dia da Saída".

Os oposicionistas pressionam para que o presidente deixe o poder ainda nesta sexta, depois de quase 30 anos no governo.

"Hoje é o último dia!", gritavam os manifestantes, enquanto alto-falantes tocavam música pop árabe, e helicópteros militares sobrevoavam o local. Soldados mantinham a ordem sem intervir, e havia ambulâncias de prontidão.     Em inglês - para atender à audiência televisiva global - um cartaz declarava: 'Game over' (fim de jogo).

A oposição pediu que todos fossem às ruas, apesar dos confrontos dos dois dias anteriores, em uma nova tentativa de, como na terça-feira, levar um milhão de pessoas às ruas do país. Eles querem marchar até o palácio presidencial para pedir a saída de Mubarak.

"É um movimento egípcio. Todo mundo participou, tanto muçulmanos como cristãos, para exigir os direitos que lhes roubaram", disse o imã que liderou a oração, identificado como Khaled al Marakbi pelos fiéis reunidos nessa praça central, onde estão atrincherados há 11 dias os opositores do presidente Hosni Mubarak.  

O imã chorou ao se lembrar dos mortos. Tão logo acabou a cerimônia, as pessoas começaram a gritar "vá embora, vá embora já" para pedir a renúncia do presidente, de 82 anos, que perdura há 30 anos no poder.    

veja também