MENU

Em carta, artistas e políticos pedem libertação de iraniana

Em carta, artistas e políticos pedem libertação de iraniana

Atualizado: Segunda-feira, 13 Dezembro de 2010 as 11:38

Mais de 80 artistas, acadêmicos e políticos, como o ator norte-americano Robert Redford, o cantor britânico Sting e o ex-ministro francês Bernard Kouchner, divulgaram nesta segunda-feira uma carta pedindo a libertação da iraniana Sakineh Ashtiani.

Sakineh originalmente foi condenada à morte por apedrejamento, sob a acusação de adultério. Diante da reação internacional ao caso, a pena foi comutada para enforcamento, por cumplicidade pelo homicídio de seu marido.

'Sakineh Mohammadi Ashtiani já sofreu bastante', dizem os signatários em carta aberta ao líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, e ao presidente Mahmoud Ahmadinejad, publicada na primeira página do jornal britânico "The Times".

Os signatários pedem que o governo do Irã liberte imediatamente a mulher, o seu filho, Sajad Ghaderzade, e o advogado dela, Javid Houtan Kian.

Entre os signatários estão também Catherine Ashton, chefe de política externa da União Europeia; Ed Miliband, líder do Partido Trabalhista britânico; o ator norte-americano Robert De Niro; Bertrand Delanoe, prefeito de Paris; e o escritor nigeriano Wole Soyinka, Prêmio Nobel de Literatura.

A União Europeia já classificou a sentença de 'bárbara'; o Vaticano pediu clemência à iraniana, e o Brasil lhe ofereceu asilo. No Irã, no entanto, diz que não aceita interferências estrangeiras nos seus assuntos judiciários.    

veja também