MENU

Encontro de China e Japão sinaliza redução da crise

Encontro de China e Japão sinaliza redução da crise

Atualizado: Quarta-feira, 6 Outubro de 2010 as 9:59

Os primeiros-ministros da China, Wen Jiabao, e do Japão, Naoto Kan, tiveram encontro de 25 minutos anteontem em Bruxelas, em um sinal de arrefecimento da crise iniciada com a prisão do capitão de um pesqueiro chinês nas proximidades de ilhas disputadas pelos dois países, no dia 8. A reunião ocorreu durante a cúpula Ásia-Europa, mas trouxe poucos avanços em relação à divergência básica entre as potências asiáticas.

 

Segundo o jornal oficial China Daily, Wen reiterou no encontro que as "ilhas Diaoyu" (nome chinês ao arquipélago) pertencem à China desde a época imperial. Kan afirmou que as "ilhas Senkaku" (denominação em japonês), são parte integrante do território do Japão, de acordo com a agência de notícias Kyodo.

A prisão do capitão pela Guarda Costeira do Japão levou a relação entre os dois países ao pior patamar desde 2005, quando violentas manifestações antijaponesas ocorreram na China.     Postado por: Guilherme Pilão

veja também