MENU

Equipes começam buscas por avião com 90 pessoas que caiu no Líbano

Equipes começam buscas por avião com 90 pessoas que caiu no Líbano

Atualizado: Segunda-feira, 25 Janeiro de 2010 as 12

O Exército libanês e a Força Interina da ONU no Líbano (Finul) começaram a busca pelo Boeing 737-800 da Ethiopian Airlines que caiu no Mar Mediterrâneo com 90 pessoas a bordo logo após decolar do aeroporto de Beirute nesta segunda-feira (25).

O avião, que se dirigia para Adis Abeba, capital da Etiópia, caiu no mar na localidade de Naame, perto de Beirute.

A Agência Nacional de Notícias Libanesa (ANN) informou que o aparelho perdeu o contato com a torre de controle poucos minutos depois de decolar do aeroporto internacional Rafik Hariri, às 2h35 no horário local (22h35 de Brasília).

Em entrevista coletiva, o ministro dos Transportes libanês, Ghazi Aridi, disse que 54 libaneses e outras 36 pessoas de nacionalidades diferentes, entre eles etíopes, sírios, canadenses, russos e franceses, além de sete tripulantes, viajavam no avião. Segundo a empresa aérea, 82 passageiros e oito tripulantes estavam a bordo.

Aridi também declarou que a causa do acidente pode ter sido o mau tempo, embora não tenha dado mais detalhes. Autoridades descartaram um possível ataque terrorista.

Segundo as primeiras informações oficiais, quinze corpos foram recuperados até agora. Ainda não há confirmação de sobreviventes.

O mau tempo na região de Beirute dificulta as buscas. Imagens da rede de televisão CNN mostram navios e helicópteros das forças armadas libanesas e da ONU procurando por sobreviventes no mar agitado. O céu em Beirute está nublado e fortes rajadas de vento atingem a região.

A Ethiopian Airlines é a maior empresa aérea da África. Desde 1970, a companhia registrou dois acidentes fatais, sendo um deles em 1996, quando um avião sequestrado caiu ao tentar fazer um pouso de emergência, matando 123 pessoas.

veja também