MENU

Erro do piloto teria causado acidente que matou 44 na Rússia

Erro do piloto teria causado acidente que matou 44 na Rússia

Atualizado: Terça-feira, 21 Junho de 2011 as 10:30

Um erro do piloto é a razão mais provável do acidente aéreo que matou pelo menos 44 pessoas no noroeste da Rússia, disse o vice-primeiro-ministro russo, Sergei Ivanov, nesta terça-feira.

O avião Tupolev-134, com 43 passageiros e nove tripulantes a bordo, pegou fogo durante a aterrissagem sob forte neblina e caiu a cerca de 1 km da pista do Aeroporto Besovets, no subúrbio da cidade de Petrozavodsk, às 23h40 (16h40 em Brasília) de segunda-feira.

"De acordo com os dados externos iniciais, o erro do piloto é claro. Em condições meteorológicas ruins, ele virou para a direita da pista. Em condições de neblina, ele procurou a pista visualmente até o último minuto e não a encontrou", disse Ivanov, na França, onde acompanha o primeiro-ministro Valdimir Putin em visita ao país.

Ivanov, que supervisiona o setor de aviação russo, disse ainda que o acidente se assemelha à queda do avião do presidente da Polônia Lech Kaczynski, em abril de 2010, na Rússia.

Kaczynski, sua mulher, Maria, membros da cúpula militar polonesa e familiares viajavam para Katyn, na Rússia, para homenagear os militares assassinados por ordem do dirigente soviético, Josef Stalin, quando sofreram o acidente.

A Rússia culpou o piloto que insistiu em aterrissar sob más condições de tempo. A Polônia acusou Moscou de não revelar toda a verdade sobre o acidente aéreo.

ACIDENTE

O Tupolev-134 saiu do curso quando tentava aterrissar.

A torre de controle de tráfego aéreo pediu então que o piloto circulasse o aeroporto novamente, mas a aeronave atingiu uma rede elétrica, apagando brevemente as luzes das pistas, segundo a agência de notícias Itar-Tassnews, que cita uma fonte do Ministério de Situações de Emergência.

O avião colidiu com o topo de árvores e caiu em uma estrada a 700 metros do aeroporto, quebrando em pedaços.

O avião atingiu ainda um carro na estrada, arrastando-o sob sua fuselagem, segundo a Itar-Tass. Não há informação de quantas pessoas estavam no carro.

Fotos e imagens do local mostram as chamas saindo da aeronave e os pedaços de corpos pela estrada. As rodas do avião ficaram viradas para cima.

Os oito sobreviventes da tragédia estão feridos, sete deles em estado grave, segundo a porta-voz do ministério Irina Andriyanovasaid.

Uma testemunha citada pelo site de notícias russo Life News disse que conseguiu retirar alguns passageiros do avião, antes da explosão.

"Eu não tinha tempo de fazer mais nada, tudo começou a explodir", disse. "Tudo pegou fogo, não havia como chegar perto".

veja também