MENU

Espanha expulsa dois diplomatas e Rússia dá o troco

Espanha expulsa dois diplomatas e Rússia dá o troco

Atualizado: Terça-feira, 28 Dezembro de 2010 as 2:07

A Rússia expulsou no último dia 24 dois diplomatas espanhóis em represália pela expulsão da Espanha de dois diplomatas russos há um mês e meio, informou nesta terça-feira (28) o jornal espanhol El País.

O jornal, que cita "fontes conhecedoras do caso", afirma que nem Moscou nem Madri que os embaixadores de Espanha e Rússia não quiseram falar do incidente.

O jornal La Razón, também da Espanha, informou no último dia 10 a expulsão dos funcionários russos e advertiu que era esperada uma reação recíproca por parte de Moscou.

Segundo o El País, a ordem de expulsão dada pelo governo Russo afeta Ignacio Cartagena, conselheiro político da Embaixada da Espanha em Moscou, e Borja Cortés-Bretón, primeiro-secretário na legação espanhola.

O El País, que qualifica o incidente como o mais grave desde o restabelecimento das relações diplomáticas entre os dois países, em 1977, afirma que a expulsão dos dois diplomatas russos há sete semanas aconteceu depois que o Centro Nacional de Inteligência informou ao governo espanhol que ambos realizavam tarefas de espionagem.

O jornal afirma que a discrição mantida sobre este incidente entre Madri e Moscou contrasta com a informação pública de um fato semelhante entre Londres e Moscou, no último dia 22. Na ocasião, o Ministério de Relações Exteriores do Reino Unido ordenou a expulsão de um diplomata russo, e a Rússia respondeu no dia seguinte com a expulsão de um diplomata do Reino Unido.

Espanha diz que episódio está superado

Em comunicado, "o governo espanhol convidou dois diplomatas russos a se retirarem, há aproximadamente um mês, ambos acusados de realizar atividades incompatíveis com seus status".

Segundo o documento, "como é natural nestes casos, a Rússia agiu com reciprocidade, expulsando dois diplomatas espanhóis".

O texto afirma ainda que "os dois governos consideram que este incidente está superado, e estão trabalhando para completar as delegações o mais rápido possível".

veja também