MENU

Espanhola que estava perto de explosão na Noruega relata 'milagre'

Espanhola que estava perto de explosão na Noruega relata 'milagre'

Atualizado: Sexta-feira, 22 Julho de 2011 as 3:19

Nelly Loyo (esq.) encontrou a amiga brasileira Karla

Machado após sentir a explosão (Foto:/Karla Machado)

  "Acredito em Deus e na oração, foi realmente uma coisa de milagre". É assim que a espanhola Nelly Loyo, de 29 anos, descreveu ao G1 a situação que viveu na tarde desta sexta-feira (22) em Oslo, capital norueguesa.

Ela fazia compras em uma loja de produtos para os cabelos quando se surpreendeu com o barulho de uma forte explosão. Ao sair à rua, percebeu aquilo que chamou de "milagre".

"Só os vidro da loja onde eu estava não explodiram. Os das lojas ao redor estavam todos quebrados. Peguei minhas coisas e saí correndo em pânico", afirma.

A espanhola ligou imediatamente para Karla Machado, a amiga brasileira que planejava encontrar após as compras. "Liguei para a Karla, queria um lugar em que eu pudesse me sentir segura. Vi gente com as mãos na cabeça sangrando, gente correndo de pânico. Não vi fogo, mas havia muita fumaça", relata Nelly.

Ela trabalha como instrutora de spinning em Oslo, e mora na Noruega há seis anos. "Nunca havia visto algo assim, aqui é um país muito calmo", contou ao G1 por telefone, ainda um pouco exaltada. Karla, de 30 anos, é professora assistente em um jardim de infância, mora no país desde 2007 e reforça a fala da amiga mas também explica que já havia certa tensão na Noruega .

"A gente se sente muito seguro aqui, é um país pacífico. Mas algo assim já era meio que esperado por conta de um terrorista que estava exilado aqui. A sociedade norueguesa vinha tentando expulsar ele do país, e ele respondia com ameaças", conta a brasileira.   Ela se refere a Mullah Krekar, líder islâmico que criou o grupo armado Ansar al-Islam no Curdistão, e saiu do Iraque em 1991 para buscar refúgio na Noruega com sua família.

A brasileira conta que não ouviu a explosão porque estava ouvindo música, mas que mora em um bairro muito próximo do centro.

"Depois que a Nelly me ligou, abri a janela e comecei a ver muitos carros de bombeiros e ambulâncias passando. Comecei a chorar, você não tem controle. Você vê que sua vida está nas mãos de outras pessoas", relata a brasileira, cuja família vive em Teresina, no Piauí.

Explosão

Provocada por uma bomba, a explosão que atingiu prédios do governo da Noruega, em Oslo, deixou dezenas de feridos e matou pelo menos duas pessoas , segundo a TV estatal NRK.

A explosão quebrou várias janelas do prédio de 17 andares em que o premiê, Jens Stoltenberg, despacha, e danificou prédios em praticamente um quarteirão inteiro, incluindo o local onde funciona a redação do jornal de grande circulação "Verdens Gang" (VG).

A polícia, em comunicado, confirmou que se tratava de uma bomba e disse que foi informada sobre o incidente às 15h26 locais (10h26 no horário de Brasília). A bomba teria explodido cerca de cinco minutos antes.          

veja também