MENU

EUA avaliam aprovar consumo de salmão geneticamente modificado

EUA avaliam aprovar consumo de salmão geneticamente modificado

Atualizado: Segunda-feira, 20 Setembro de 2010 as 4:17

A agência americana que regula alimentos e remédios (FDA, na sigla em inglês) está avaliando a partir desta segunda-feira (20) argumentos contrários e favoráveis à liberação do comércio de salmão geneticamente modificado. Serão dois dias de audiências. Caso aprovado, será a primeira espécie de peixe transgênico aprovada para consumo humano.

A agência já havia emitido parecer pelo qual o salmão transgênico, que cresce duas vezes mais rápido que o natural, é seguro para alimentação. Uma decisão favorável abre a porta a uma variedade de outros animais alterados geneticamente, como uma de porco, desenvolvida no Canadá, e outra de gado resistente à doença da vaca louca.

A fabricante do salmão é a AquaBounty, de Massachusetts. Seu primeiro pedido de análise ao FDA é de 1995. Mas, até dois anos atrás, a agência nem analisava os pedidos envolvendo animais manipulados geneticamente. Ron Stotish, diretor-geral da AquaBounty, assegurou na audiência de hoje que os peixes produzidos por sua empresa são ecologicamente sustentáveis e seguros para o consumo.

veja também