MENU

EUA financiaram movimentos pela democracia no Egito, diz WikiLeaks

EUA financiaram movimentos pela democracia no Egito, diz WikiLeaks

Atualizado: Sexta-feira, 28 Janeiro de 2011 as 1:50

 Os EUA financiaram uma série de organizações de promoção da democracia no Egito, para o desgosto do presidente Hosni Mubarak, segundo notas obtidas pelo WikiLeaks e publicadas nesta sexta-feira (28) pelo jornal norueguês Aftenposten.

A Agência Americana para o Desenvolvimento Internacional (Usaid) teria destinado US$ 66,5 milhões em 2008 e US$ 75 milhões em 2009 a programas egípcios de defesa da democracia e de boas práticas de governança, segundo uma nota enviada dos Estados Unidos ao Cairo em 6 de dezembro de 2007.

"O presidente Mubarak é profundamente cético quanto ao papel dos Estados Unidos na promoção da democracia", destaca outro telegrama diplomático, com data de 9 de outubro de 2007.     Segundo o "Aftenposten", que afirma ter obtido - de forma ainda não revelada - a íntegra dos 250 mil documentos diplomáticos aos quais o WikiLeaks teve acesso, os Estados Unidos contribuíram assim para "desenvolver forças que se opõem ao presidente".

O Egito é palco desde terça-feira de violentas manifestações contra o regime de Hosni Mubarak.    

veja também