MENU

Ex-ditador Baby Doc afirma que não quer intervir nas eleições do Haiti

Ex-ditador Baby Doc afirma que não quer intervir nas eleições do Haiti

Atualizado: Quinta-feira, 20 Janeiro de 2011 as 11:04

O ex-ditador haitiano Jean-Claude "Baby Doc" Duvalier negou nesta quarta-feira (20) que tenha a intenção de intervir no processo eleitoral em curso no país, desmentindo assim informações divulgadas por pessoas ligadas a sua equipe de que planejaria retornar ao poder.

"Desminto nos termos mais enérgicos todas as declarações políticas reportadas pela imprensa nacional ou internacional que possam ter sido atribuídas a mim por alguém que disse ser um porta-voz e que possam ter aludido a cenários sobre o processo eleitoral do Haiti", afirma Duvalier em um comunicado lido à AFP por sua companheira Véronique Roy.     O texto não descarta um possível papel político para o ex-ditador, que surpreendeu ao retornar ao país no domingo passado, 25 anos depois de ter sido derrubado do poder por uma revolta popular.

Duvalier pareceu assim tomar distância dos comentários feitos horas antes por Henry Robert Sterlin, ex-embaixador do Haiti na França, segundo quem "Baby Doc" voltou ao país com o objetivo de ser eleito presidente.    

veja também