MENU

Ex-presidente da Costa do Marfim é levado a Haia para ser julgado

Ex-presidente da Costa do Marfim é levado a Haia para ser julgado

Atualizado: Quarta-feira, 30 Novembro de 2011 as 9:17

O ex-presidente da Costa do Marfim Laurent Gbagbo, que foi transferido a Haia (Holanda) nesta quarta-feira (30) a pedido do Tribunal Penal Internacional (TPI), está detido em uma cela desta jurisdição à espera de um julgamento, informaram fontes judiciais.

O avião fretado pelas autoridades marfinenses para transportar o ex-presidente pousou durante a madrugada em Rotterdã (oeste de Holanda) e Gbagbo, de 66 anos, foi levado em seguida para a prisão.

Gbagbo foi detido em 11 de abril em Abidjan e estava preso em Korhogo.

A esposa de Gbagbo, Simone, está detida na Costa do Marfim por crimes econômicos cometidos durante a crise pós-eleitoral de dezembro 2010-abril 2011.

Laurent Gbagbo é visto após sua prisão, em 11 de abril, no Golf Hotel, sede da oposição, em Abidjan. (Foto: AP) Várias personalidades do antigo regime, tanto civis como militares, estão detidas por diversos crimes.

A crise, que explodiu na Costa do Marfim depois que Gbagbo se negou a reconhecer a derrota nas eleições presidenciais de novembro 2010, terminou em abril com duas semanas de guerra e deixou um balanço de 3.000 mortos.

Desde outubro, o TPI investiga os crimes contra a humanidade e de guerra cometidos durante a crise.

A investigação implicou tanto partidários de Gbagbo como do atual presidente Alassane Ouattara.        

veja também