MENU

Filhos de Mubarak têm US$ 340 milhões na Suíça, diz Justiça do Egito

Filhos de Mubarak têm US$ 340 milhões na Suíça, diz Justiça do Egito

Atualizado: Segunda-feira, 17 Outubro de 2011 as 5:12

A fortuna dos dois filhos do ditador egípcio deposto Hosni Mubarak na Suíça chega a US$ 340 milhões, informou nesta segunda-feira (17) o chefe da unidade de luta contra a fraude financeira no Egito .

A maior parte - US$ 300 milhões - pertence a Alaa Mubarak, o mais velho, e o resto ao seu irmão Gamal, considerado nos últimos anos o sucessor de seu pai, disse Asem el Gohari, ministro adjunto de Justiça a cargo da Autoridade Anticorrupção.

Os filhos de Mubarak, detidos em uma prisão do Cairo, estão sendo julgados, assim como seu pai, por corrupção, entre outras acusações.

Os fundos dos filhos de Mubarak representam a maior parte dos US$ 460 milhões (140 milhões de francos suíços) egípcios congelados pela Suíça após a queda do regime de Mubarak, acrescentou, citado pela agência oficial Mena.

O ministro suíço de Relações Exteriores declarou na quarta-feira que queria desenvolver rapidamente a cooperação judicial com a Tunísia e o Egito para restituir os fundos dos ex-presidentes Ben Ali e Mubarak, depostos no início do ano.

"A Suíça é a sétima praça financeira do mundo. Está em primeiro lugar na hora de restituir fundos roubados por ditadores", afirmou o chefe da Direção de Direito Internacional Público Valentin Zellweger, citado pela agência de imprensa ATS.

Berna bloqueou desde o início do ano 60 milhões de francos suíços (US$ 67,2 milhões) em bens tunisianos, 410 milhões em egípcios, 650 milhões em líbios e 45 milhões em sírios.        

veja também