MENU

Forças de Kadhafi atacam civis em Misrata, dizem rebeldes da Líbia

Forças de Kadhafi atacam civis em Misrata, dizem rebeldes da Líbia

Atualizado: Sexta-feira, 1 Abril de 2011 as 11:37

Forças leais ao ditador da Líbia, Muammar Kadhafi, estão atacando nesta sexta-feira (1º) a cidade de Misrata, controlada pelos rebeldes antigoverno, segundo um porta-voz oposicionista. Os ataques ocorrem no centro da cidade, e lojas e casas estão sendo alvejadas. Tanques, granadas lançadas de foguetes e morteiros estão sendo usados.

Ainda não havia confirmação independente. A Líbia enfrenta uma batalha desde o começo deste ano, quando manifestações pedindo a renúncia do ditador Kadhafi, há 42 anos no poder, se tornaram confrontos violentos e passaram a ser reprimidos com força pelo regime.     No dia 17 deste mês, a Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou uma resolução que valida quaisquer medidas necessárias para impedir um massacre de civis.

Dois dias depois, a coalizão internacional liderada por Estados Unidos, França e Grã-Bretanha começou a bombardear a Líbia.

Apesar de os ataques americanos terem afetado bastante a capacidade militar líbia, os rebeldes não conseguiram aproveitar a circunstância para "virar o jogo" militarmente, e as forças de Kadhafi seguiam ganhando terreno rumo ao leste.

Cessar- fogo

Os rebeldes estão dispostos a respeitar um cessar-fogo se as forças de Kadhafi suspenderem a ofensiva contra as cidades sob controle dos insurgentes, disse nesta sexta Mustafa Abdel Jalil, membro do Conselho Nacional de Transição (CNT), que reúne os rebelados.     "Estamos dispostos a um cessar-fogo com a condição de que nossos irmãos nas cidades do oeste possam manifestar-se livremente e que as forças que cercam nossas cidades se retirem", disse em entrevista em Benghazi.

O dirigente deu a declaração pouco depois de uma reunião com o enviado especial da ONU na Líbia, o jordaniano Abdel Ilah Jatib.

Tiros em Trípoli

Tiros de armas pesadas e automáticas foram ouvidos no centro de Trípoli, capital da Líbia, na madrugada desta sexta, segundo testemunhas.

Não ficou claro o que gerou o tiroteio, que durou cerca de 20 minutos e parou antes de amanhecer. Carros aceleravam pelas ruas centrais.

A capital é o principal reduto de Kadhafi e é onde fica seu complexo fortificado Bab al-Aziziyah.      

veja também