MENU

Forças de segurança matam um manifestante em protestos na síria

Forças de segurança matam um manifestante em protestos na síria

Atualizado: Sexta-feira, 24 Junho de 2011 as 2:48

Pelo menos uma pessoa morreu e várias ficaram feridas nesta sexta-feira (24) quando as forças de segurança sírias abriram fogo para dispersar uma manifestação em Kesua, perto de Damasco, afirmou à AFP um ativista de direitos humanos.  

Como todas as sextas-feiras, milhares de pessoas tomaram conta das ruas depois da oração muçulmana semanal para reclamar a queda do regime.

"As forças de segurança dispersaram violentamente os manifestantes, principalmente em Damasco", afirmou Abdel Rahman, que também falou de prisões.

"Mais de 30 mil pessoas protestaram em Deir Ezor ( no leste do país), cerca de 10 mil marcharam pela região de Idleb (noroeste), e outras milhares por outras partes do país", acrescentou.

A repressão do regime do presidente Bashar al-Assad contra a revolta popular que pede reformas deixou desde 15 de março mais de 1,3 mil civis mortos e mais de 10 mil detidos, segundo as ONGs sírias.

Mulher 'estrangula' boneco feito com foto do presidente sírio Bashar al-Assad em protesto feito nesta sexta (24) em uma mesquita de Istambul, na Turquia (Foto: Murad Sezer/Reuters)

  Protestos

"Diga ao mundo que Bashar (al-Assad) não tem legitimidade", gritavam milhares de manifestantes no subúrbio de Irbin, na capital Damasco, informou uma testemunha por telefone, enquanto multidões gritavam ao fundo.

Nas cidades centrais de Homs e Hama, manifestantes gritavam "o povo quer a queda do regime", enquanto em Deraa, berço do levante, manifestantes seguravam banners rejeitando as vagas promessas de diálogo feitas por Assad em um discurso nesta semana.          

veja também