MENU

França julga acusado de canibalismo que matou colega de cela

França julga acusado de canibalismo que matou colega de cela

Atualizado: Segunda-feira, 21 Junho de 2010 as 10:11

A Justiça francesa começou a julgar nesta segunda-feira um preso acusado de canibalismo depois de matar, em janeiro de 2007, um colega de cela na prisão de Rouen (oeste) e de comer parte de seus pulmões ''para apoderar-se de sua alma''.

Nicolas Cocaign, apelidado de ''canibal de Rouen'' pela imprensa e outros presos, é acusado de assassinar Thierry Baudry, de 41 anos, depois de uma briga por causa da limpeza da cela.

Cocaign, que então tinha 35 anos e que estava preso por tentativa de estupro, matou a socos seu companheiro de cela, e também o atacou com uma tesoura e usou um saco plástico para asfixiá-lo.

Em seguida, ele começou os preparativos com a intenção de comer o coração de sua vítima.

Com uma lâmina de barbear, abriu o tórax de Baudry e extraiu parte de seu pulmão. Ele comeu um pedaço do órgão e depois misturou o resto com cebola. Sua intenção seria se ''apoderar da alma do morto'', segundo explicou ao juiz.

Um terceiro detento que estava na cela não se atreveu a intervir, mas acabou se suicidando na prisão dois anos depois.

veja também