MENU

Fraude faz comissão cancelar 25% dos votos afegãos

Fraude faz comissão cancelar 25% dos votos afegãos

Atualizado: Quarta-feira, 20 Outubro de 2010 as 11:31

As autoridades eleitorais do Afeganistão informaram hoje que 1,3 milhão de votos das eleições parlamentares do mês passado serão cancelados. O número representa quase um quarto dos 5,6 milhões de votos depositados nessa disputa eleitoral. Noor Mohammad Noor, um porta-voz da comissão eleitoral, disse que os votos cancelados foram invalidados por "fraudes e irregularidades".

O chefe da Comissão Eleitoral Independente, Fazil Ahmad Manawi, disse que o total de votos invalidados era de "cerca de 1,3 milhão". O número representa mais de 23% dos votos totais da disputa de 18 de setembro, a segunda eleição legislativa no Afeganistão desde a queda do regime do Taleban em 2001, após a invasão liderada pelos Estados Unidos.

A disputa era vista como um teste para a idoneidade no país, após a eleição presidencial sofrer com fraudes em larga escala de 1,5 milhão de votos. A maioria desses votos fraudados foi para o presidente Hamid Karzai.

Mais de 2.500 candidatos disputaram 249 vagas na Câmara Baixa do Parlamento, a Wolesi Jirga. Ao anunciar os resultados preliminares, Manawi disse que a comissão identificou 224 candidatos como "suspeitos" de possíveis fraudes. Os resultados finais não devem ser divulgados antes do fim do mês, mas podem ser atrasados conforme as denúncias são apuradas, inclusive contra os candidatos.

Foram reservadas 68 cadeiras na Câmara Baixa para as mulheres, e 406 delas concorreram. Segundo Manawi, na província de Nimroz, sudoeste do país, as duas vagas foram obtidas por mulheres. "Nenhum homem de Nimroz conseguiu chegar ao Parlamento", comentou ele.    

Um funcionário ocidental, pedindo anonimato, disse que a disputa parlamentar representou "a política de sempre, simplesmente tão corrupta e violenta como no ano passado". Não há partidos políticos no país, e os blocos parlamentares são formados de acordo com certos interesses, bem como por alianças étnicas e geográficas.

Insurgentes liderados pelo Taleban realizaram ameaças e tentaram atrapalhar a eleição. Os EUA e a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) mantêm mais de 150 mil soldados no Afeganistão combatendo a insurgência, mas as tropas estrangeiras devem começar a retirada no meio de 2011. Para isso, os EUA têm realizado uma programa de treinamento com as forças locais, para que elas possam assumir totalmente o comando do país até 2014.    

veja também