MENU

Governo do Iêmen afirma ter interceptado ataque da al-Qaeda

Governo do Iêmen afirma ter interceptado ataque da al-Qaeda

Atualizado: Segunda-feira, 27 Junho de 2011 as 1:58

O Iêmen disse nesta segunda-feira (27) que as forças de segurança do país interceptaram um plano do braço local da rede terrorista da al-Qaeda para um ataque na província de Aden, no sul do país.

A declaração foi feita três dias depois que um homem-bomba matou quatro soldados e um civil, ferindo outras 16 pessoas em Aden. Segundo um jornal local nesta segunda-feira, investigadores haviam identificado o suicida como sendo de nacionalidade saudita.

Segundo a agência estatal de notícias do Iêmen, uma fonte da segurança disse que seis pessoas 'entre alguns dos elementos mais perigosos' da al-Qaeda foram capturadas enquanto tentavam se infiltrar na província, onde estão localizados um porto e uma refinaria de petróleo.

Os alvos do ataque frustrado eram 'instalações vitais e econômicas', segundo a notícia, que não deu maiores detalhes.

Meses de protestos populares pedindo o fim do governo de 33 anos do presidente Ali Abdullah Saleh conduziram o Iêmen praticamente ao caos. O país sedia um potente braço da al-Qaeda e também enfrenta uma revolta separatista no sul e uma paz instável com os rebeldes xiitas no norte.

O Exército iemenita vem combatendo centenas de militantes islâmicos filiados à al-Qaeda, que tomaram o controle da cidade de Zinjibar, no sul do país, e cidades menores na província de Abyan. Os Estados Unidos e a Arábia Saudita temem que a al-Qaeda irá se aproveitar do caos no país para lançar ataques.

Segundo uma fonte da segurança, os militantes que foram detidos, todos especialistas em explosivos, estavam portando detonadores e equipamentos de comunicação sem fio.

veja também