MENU

Grécia tem nova greve em protesto contra medidas de austeridade

Grécia tem nova greve em protesto contra medidas de austeridade

Atualizado: Quinta-feira, 1 Dezembro de 2011 as 1:41

Centenas de milhares de trabalhadores da Grécia cruzaram os braços nesta quinta-feira (1º) contra as reformas do governo, dias antes de os parlamentares começarem a debater o orçamento com medidas de austeridade para 2012. É a sexta greve geral do ano no país, com trabalhadores dos setores público e privado parados, escolas fechadas, problemas no setor de transporte público e hospitais funcionando em esquema emergencial.

Trabalhadores gregos protestam nesta quinta-feira (Foto: Reuters)   O porta-voz da GSEE, central sindical do setor privado, Stathis Anestis, espera níveis de participação "muito altos", em alguns casos superando a marca dos 90%. "Queremos o fim dessa política de austeridade, recessão e desemprego do governo", afirmou ele. A GSEE representa mais de 800 mil trabalhadores.

Centrais sindicais afirmam que os funcionários públicos sofreram cortes salariais de até 70% durante a crise de dois anos na Grécia. Elas se opõem duramente ao plano de colocar cerca de 30 mil empregados do setor público em uma reserva especial de trabalho, com salários reduzidos.

Mulher passa por estação de trem vazia em Atenas (Foto: Reuters) No sábado, os parlamentares gregos devem começar a debater o orçamento do país para 2012, que introduzirá mais medidas de austeridade, após o país não conseguir cumprir suas metas fiscais para 2011. O orçamento deve ser votado no Parlamento em 7 de dezembro, e a meta do governo é chegar a 1,1% de superávit primário na economia, que deve se contrair a uma taxa anual de 5,5%.

A greve desta quinta-feira será também o primeiro teste do humor nas ruas do país após a nomeação do primeiro-ministro Lucas Papademos. O governo interino tem como meta garantir a ratificação e implementação do mais recente pacote de ajuda financeira internacional recebido pelo país.          

veja também