MENU

Grupo ligado à Al Qaeda assume atentados em Bagdá

Grupo ligado à Al Qaeda assume atentados em Bagdá

Atualizado: Terça-feira, 27 Outubro de 2009 as 12

Veja mais fotos do ataqueSobraram apenas destroços dos carros-bomba que explodiram domingo em Bagdá, no pior atentado em dois anos; centenas de pessoas ficaram feridas

O Estado Islâmico do Iraque, uma organização de grupos terroristas ligada à Al Qaeda, assumiu nesta terça (27) a autoria dos atentados que no domingo passado deixaram 155 mortos e outros 500 feridos em Bagdá.

Uma nota, publicada no site habitualmente usado pelo grupo e cuja veracidade não foi ainda comprovada, diz que os atentados foram lançados contra ''o ministério da Opressão e da Tirania, chamado ministério da Justiça, e contra o Conselho Provincial de Bagdá, chamado Conselho Legal do Governo Local de Bagdá''.

No domingo passado, dois caminhões-bomba explodiram em frente ao edifício do governo de Bagdá e nas proximidades do ministério da Justiça, deixando o maior número de mortos em um atentado nos últimos dois anos.

O grupo, que usa um discurso retórico similar ao de outros comunicados, já tinha se declarado responsável pelos atentados registrados em 19 de agosto em Bagdá contra várias sedes ministeriais que deixaram 87 mortos e 1.203 feridos.

A nota, assinada pelo ''Ministério da Informação do Estado Islâmico do Iraque'', assegura que com os atentados de domingo ''se inaugura a segunda fase'' do que chamam de ''o plano da colheita do bem''.

O Estado Islâmico do Iraque, criado em outubro de 2006, é uma organização da qual fazem parte oito grupos armados iraquianos e está diretamente vinculada com a Al Qaeda, dirigida por Osama bin Laden.

veja também