MENU

Haiti se compromete a fornecer passaporte para Aristide retornar

Haiti se compromete a fornecer passaporte para Aristide retornar

Atualizado: Terça-feira, 1 Fevereiro de 2011 as 10:18

O governo do Haiti manifestou nesta segunda-feira, 31, que está disposto a agilizar o processo para a confecção de um novo passaporte para o ex-presidente Jean Bertrand Aristide, exilado na África do Sul desde 2004, para seu retorno ao país.

O Ministério do Interior assegurou em comunicado que, "assim que houver um pedido (de passaporte para Aristide), será executado com rapidez". No entanto, a informação assinalou que nem o Ministério do Interior nem o de Assuntos Exteriores recebeu "um pedido de emissão de um novo passaporte" para o antigo presidente, que partiu para o exílio em 2004 após um golpe de Estado.

Para o Ministério, "um passaporte vencido não pode constituir um obstáculo para (o retorno de) um cidadão haitiano" ao seu país de nascimento. O comunicado, assinado pelo ministro do Interior, Paul Antoine Bien Aimé, esclareceu que no caso do retorno implicar em uma ou várias escalas em outros países, será necessária uma autorização das respectivas nações.

Em 22 de janeiro, durante uma visita à República Dominicana, o presidente do Haiti, René Préval, deixou aberto o caminho para o retorno do ex-governante, ao afirmar que a Constituição haitiana proíbe o exílio.

Aristide expressou seu desejo de retornar ao seu país para "ajudar na área da educação", além de alegar problemas de saúde. O ex-mandatário fez esta colocação quatro dias depois do surpreendente retorno ao país do ex-ditador Jean-Claude Duvalier, após 25 anos exilado na França.    

veja também