MENU

Hillary ameaça Irã com sanções mais significativas pela questão nuclear

Hillary ameaça Irã com sanções mais significativas pela questão nuclear

Atualizado: Quarta-feira, 9 Junho de 2010 as 7:23

A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, disse nesta terça-feira (8) que a nova rodada de sanções da ONU contra o Irã é a ''mais significante'' que o país já enfrentou. A declaração foi feita em Quito, no Equador.

O embaixador mexicano na Organização das Nações Unidas (ONU), Claude Heller, atual presidente do Conselho de 15 nações, disse a repórteres que a reunião irá ocorrer às 11h de quarta-feira (horário de Brasília), após ter sido fechado um acordo sobre a lista dos alvos das sanções.

O texto estabelece que o Irã não poderá investir no exterior em certas atividades sensíveis, como minas de urânio, e que os navios iranianos poderão ser inspecionados em alto mar.

O projeto proíbe também a venda ao Irã de oito novas categorias de armamento pesado, incluindo carros de combate.

Diplomatas ocidentais esperam que os 12 membros do Conselho, incluindo todos os cinco com poder de veto, votem pela resolução. Brasil, Turquia e Líbano devem ser contrários às sanções.

Vai ser a quarta rodada de medidas para coibir o programa nuclear iraniano, que, segundo as potências, teriam como objetivo a fabricação de armas. O Irã nega.

Mais cedo nesta terça-feira, na Turquia, o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, afirmou que o acordo nuclear firmado pelo país com mediação de Brasil e Turquia, e reprovado pelos EUA, é uma oportunidade única e não vai voltar a se repetir.

veja também