MENU

Iêmen anuncia morte de líder da al-Qaeda na Península Arábica

Iêmen anuncia morte de líder da al-Qaeda na Península Arábica

Atualizado: Sexta-feira, 30 Setembro de 2011 as 8:57

Líder da al-Qaeda, Anwar al-Awlaki (Foto: AFP)

  O Ministério da Defesa do Iêmen anunciou nesta sexta-feira (30) a morte no país do líder da al-Qaeda na Península Arábica, Anwar al-Awlaki, clérigo radical americano de origem iemenita e um dos terroristas mais procurados internacionalmente.

Além de Awlaki, morreram na operação outros supostos membros da rede  al-Qaeda, embora por enquanto se desconheçam mais detalhes sobre o caso, de acordo com um comunicado do governo iemenita.

Segundo precisaram fontes militares, o clérigo radical morreu em um ataque aéreo da aviação americana durante a madrugada desta sexta-feira na província de Shabua, localizada 570 quilômetros ao sudeste de Sana.

Anwar al-Awlaki

Considerado pelos Estados Unidos como uma ameaça tão grande como Bin Laden, Anwar al-Awlaqi teria mantido, segundo Washington, vínculos com o nigeriano Umar Faruk Abdulmutallab, autor do atentado frustrado de 25 de dezembro de 2009 contra um avião comercial americano.

Al-Awlaqi também é conhecido por ter mantido correspondência com o comandante americano Nidal Hassan, acusado de ter matado 13 pessoas na base de Fort Hood (Texas) em novembro de 2009.

Washington considerava o imã um objetivo a ser eliminado. As autoridades iemenitas tentaram matar Awlaqi em um bombardeio aéreo em 24 de dezembro de 2009 na província de Chabwa, que deixou 34 mortos.

Mas o imã não estava na região no momento do ataque, segundo as forças de segurança.

A rede terrorista al-Qaeda conta com campos de treinamento no Iêmen, segundo as autoridades iemenitas e americanas, e acredita-se que centenas de partidários desse grupo estão escondidos nas montanhas do sul do país, especialmente na província de Shabua.            

veja também