MENU

Igreja Metodista apela por ajuda para acabar com os conflitos em Gaza

Igreja Metodista apela por ajuda para acabar com os conflitos em Gaza

Atualizado: Terça-feira, 6 Janeiro de 2009 as 12

Enquanto o Ministro da Defesa Israelita declarou "guerra até ao final amargo" contra o Hamas, na Segunda-feira, a Igreja Metodista insitou à comunidade internacional a exercer pressão sobre Israel e Gaza para colocar fim à violência.

Pelo menos 315 pessoas foram mortas em três dias de conflitos em que Israel lançou uma feroz campanha militar contra os Palestinianos no Sábado após militantes do Hamas terem disparado mísseis contra cidades do sul de Israel.

Israel tem desde então enviado mais tropas para a fronteira com Gaza e os líderes do Hamas esconderam-se, de acordo com a Associated Press.

O Consultor Político para as Questões Públicas da Igreja Metodista, Steve Hucklesby, disse que "O número devastador de mortes resultantes de ataques aéreos Israelitas tem chocado muitos. Ao invés de melhorar a segurança, esta ação por parte de Israel poderá agravar o conflito na região".

"Também é provável que se tornará mais difícil reunir os poderes regionais numa procura de soluções".

"Tanto o Hamas como Israel devem responder ao apelo do Conselho de Segurança das Nações Unidas para colocar um fim imediato a todas as operações militares".

A Igreja Metodista pretende pedir à União Européia, aos EUA e à ONU para intensificar a pressão sobre o Hamas para renunciar à violência.

"Nesta altura do ano, quando a atenção dos Cristãos ao redor do mundo está na Terra Santa oramos por uma liderança corajosa na causa da paz", disse o Hucklesby.

Ele avisou que a terrível situação humanitária em Gaza irá agravar-se com esta recente crise.

"Antes dos recentes surtos de violência, Gaza já estava sofrendo uma terrível situação humanitária. Não foi ajudado pelo bloqueio e restrições de Israel aos suprimentos de auxílio", disse ele.

"Agora, alimentos, combustível e suprimentos médicos são urgentemente necessários".

veja também