MENU

Incêndios na Rússia atingem regiões de contaminação em Chernobyl

Incêndios na Rússia atingem regiões de contaminação em Chernobyl

Atualizado: Quarta-feira, 11 Agosto de 2010 as 9:23

Os incêndios florestais na Rússia atingiram zonas contaminadas pela catástrofe nuclear de Chernobyl, região oeste do país, informa o site do serviço federal de defesa das florestas. As autoridades tentam agora evitar que os incêndios espalhem radiação.

"No território de regiões da Rússia com terras contaminadas por substâncias radioativas, desde meados de julho, foram registrados incêndios florestais em 3.900 hectares", afirma a página na internet do serviço. "Há mapas de contaminação (radioativa) e mapas dos incêndios. Basta compará-los. Não existe motivo para negar esta informação", acrescentou um funcionário.

Segundo informou um porta-voz do ministério de Emergência, pelo menos seis incêndios foram registrados nesta semana na região de Bryansk - a parte da Rússia que sofreu mais com a catástrofe - e os bombeiros rapidamente apagaram o fogo. Segundo a agência de notícias Associated Press, especialistas em radiação de Moscou fizeram testes na área e concluíram que não houve aumento dos níveis de radiação.

O ministro de Emergência, Sergei Shoigu, assumiu os riscos na semana passada, e disse que o ministério estava tomando todas as precauções. "Tivemos muitos incêndios, mas essa situação não é tão difícil como nas áreas próximas a Moscou", disse um porta-voz à Associated Press.

Um total de 165 mil funcionários do ministério combatem os cerca de 600 focos de incêndio com a ajuda de 550 estrangeiros. Depois de quase duas semanas, os incêndios florestais mataram 54 pessoas e atingem mais de 90 mil hectares, segundo o ministério.

O ministério também informou ter desviado as águas do rio Oka para apagar incêndios na região de Moscou.

Uma chuva fina caiu na terça-feira em Moscou, onde a fumaça dos incêndios nas áreas de vegetação pantanosa se dissipou um pouco, mas a meteorologia prevê que a trégua vai durar pouco.

Durante o dia, as temperaturas serão de três a cinco graus inferiores às registradas nos últimos dias, mas como a região de Moscou sofreu com 36-37 graus nas últimas 72 horas, o calor vai prosseguir, destacou o serviço meteorológico.

Postado por: Thatiane de Souza Silva

veja também